[Resenha] : Amor Amargo - Jennifer Brown

Último ano do colégio: a formatura da estudiosa Alex se aproxima, assim como a promessa feita com seus dois melhores amigos, Bethany e Zach, de viajarem até o Colorado, local para onde sua mãe estava indo quando morreu em um acidente. O Dia da Viagem se torna cada vez mais próximo, e tudo corre conforme o planejado. Até Cole aparecer. Encantador, divertido, sensível , um astro dos esportes. Alex parece não acreditar que o garoto está ali, querendo se aproximar dela. Quando os dois iniciam um relacionamento, tudo parece caminhar as mil maravilhas, até que ela começa a conhecê-lo de verdade... Em um retrato realista de um relacionamento conturbado, a autora Jennifer Brown - do sucesso A lista negra- nos leva até o limite de nossos sentimentos.


Já tinha ouvido tantas pessoas falarem bem sobre este livro, mas não tinha a mínima ideia do que se tratava a história, e sério.. nunca iria imaginar ter tanta raiva de uma protagonista. Não é brincadeira minha gente! Não me entendam mal, o livro é maravilhoso, uma história super intrigante e cheia de acontecimentos que de deixam 'chocada', mas a protagonista me tirou do sério real!!!!!!!!!

Tudo começa no último ano de escola da Alex, uma adolescente que perdeu a mãe muito cedo e que sofre até hoje com essa perda, por não entender o porque da mãe ter morrido em fuga para o Colorado. Desde a morte da mãe sua relação com seu pai não avança mais que meras palavras e suas irmãs parecem não sentir o mesmo luto pela mãe como ela sentia. Alex sempre foi ela por ela, sempre cuidou de sua família despedaçada e por mais que não houvesse diálogo entre ela e o pai , ele era o único que lhe sobrara e o amava.



Alex fez uma promessa com seus dois melhores amigos da vida inteira, Zach e Bethany, para que fossem ao Colorado quando terminassem no colégio para que lá descobrissem o porque de sua mãe ter ido para lá, já que o pai nunca se sentia a vontade em tocar no assunto.

Até que Cole chega na escola e Alex logo começa a ter interesse por ele. A garota é encaminhada pela professora a dar ulas de reforço a Cole, daí os dois começam com uma amizade que vai evoluindo e acaba se transformando em um romance adolescente. No começo tudo é maravilhoso, Cole um príncipe carinhoso e atencioso que fascina Alex cada vez mais, porém depois de um tempo o garoto começa a demonstrar quem ele realmente é.

Alex se vê agora sendo machucada fisicamente pelo namorado constantemente, porém ele sempre pede desculpa e se demonstra arrependido pelo que fez, fazendo promessas de mudanças, o que faz com que ela acredite nele todas as vezes. O amor que ela sente por Cole é tão grande e cego que a faz aguentar calada todas as agressões do garoto, e ainda a faz pensar que a culpa toda daquela situação é dela, mas a culpa nunca é da vítima!


Quando falei que tinha tido muita raiva da protagonista foi por isso, por ela se culpar toda vez que ele batia nela, por ela aceitar calada tudo isso e ainda acreditar que ele não bateria nela de novo, o que sempre acontecia. A autora aborta o tema da agressão da perspectiva da vítima o que nos faz para para pensar o que o medo e o sentimento pode prejudica-la, como Alex, que tem medo de contar para as pessoas  sobre as agressões com medo do que as pessoas vão dizer e com medo do que Cole pode fazer com ela depois e além do medo ela ainda o ama apesar de tudo e no fundo que acreditar que ele realmente vai mudar,o que não vai acontecer.

Leitura super recomendada!!!!

Deixe sua opinião

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!