#Entrevistando : Carolina Cequini

E mais uma vez venho aqui com a coluna #Entrevistando, e dessa vez nossa autora entrevistada é a Carolina Cequini. Aquela que escreveu "Surfistas, beijos e um´pé de pato". Ela foi super fofa com a gente e respondeu nossas perguntas com todo o carinho do mundo. Quer saber sobre a autora? então CONFERE AÍ:

1)Qual a inspiração que você teve para escrever "Surfistas,beijos e um pé de pato"?
R: Sempre gostei muito do mar e olhava para as ilhas que conseguia ver da praia imaginando se elas seriam mágicas como a Terra do Nunca, hahah. Sempre tive muita imaginação. A Ariel era minha princesa preferida da Disney. Acho que uma coisa levou à outra e acabei tendo a ideia de escrever sobre sereias no Rio de Janeiro. Mas, confesso, um livro que me inspirou muito foi "A cauda de Emília Ventania", de Liz Kiesser.

2)Você sempre teve o sonho de ser escritora ou tudo isso surgiu recentemente?

R: Quando eu era pequena, eu vivia dizendo para os coleguinhas e professores que queria ser

3)Qual a dica que você dá para as pessoas que sonham em escrever um livro. Por onde você começou?
escritora. Cheguei até a criar um livrinho ilustrado sobre minha cachorrinha! Sempre gostei de
escrever, desenhar e criar histórias, mas depois dessa fase não voltei mais a pensar nisso. Foi só no ensino médio que descobri o universo das fanfics e me apaixonei! Cheguei a escrever uma fanfic sobre Percy Jackson e outras sobre alguns animes que assistia, mas a paixão por criar minhas próprias histórias foi mais forte e a vontade de ser escritora veio com tudo! Foquei em produzir histórias originais e daí surgiu "Surfistas, Beijos e um Pé de Pato", o primeiro livro de muitos :P

R: Eu acho que a coisa mais importante para ser escritora é ter algo a dizer. E ter paixão pelo o que você faz. É um ramo difícil, como todos sabem, e exige muito esforço e dedicação. Por outro lado, se é algo que você realmente ama fazer, terá um grande prazer com isso e cada pequena conquista será uma vitória a ser celebrada! Eu tinha uma ideia, coloquei ela no papel (sim, escrevi tudo à mão) e dei para minhas amigas lerem. Eu curtia escrever entre uma aula e outra do colégio e curtia os comentários das minhas amigas sobre a história. Foi assim que comecei: me divertindo muito!

4) Fala um pouquinho pra gente sobre o seu livro.

R: Meu livro é sobre uma adolescente comum que, de uma hora pra outra, se vê envolvida em uma situação muito mágica!! Celine é como qualquer garota de sua idade: gosta de ir à praia e se divertir com as amigas, não é lá muito boa nas matérias exatas e tem uma paixão não tão secreta pelo garoto mais gato da escola. Durante as férias de julho, ela encontra um pé de pato estranho em meio aos pertences de sua avó. Quando vai à praia com ele, o pé de pato a transforma em uma sereia e Celine descobre que existe um reino secreto de sereias debaixo das águas do Rio de Janeiro! Ela faz amizade com uma sereia e tenta conquistar o surfista Gabriel enquanto lida com problemas da escola e do mundo submarino. Sua vida dupla de humana e sereia finalmente passa a fazer sentido quando Celine descobre um segredo importante sobre a sua família. E, em meio a intrigas amorosas, muitos beijos e situações divertidas, tentei colocar na personagem muitas das coisas que vivi nessa fase e que muito meninas, com certeza, vão se identificar.

5)Qual seu autor(a) favorito e porque?

R: Ai, que pergunta difícil >.< !!! Hahahah. Posso citar pelo menos dois? Gosto da Meg Cabot porque ela cria protagonistas hilárias e personagens masculinos perigosamente apaixonantes. E gosto da Diana Wynne Jones porque ela cria mundos fantásticos e lúdicos que me fazem ter milhões de idéias e me inspiram muito.

6) Qual sua opinião sobre as pessoas que valorizam mais a literatura estrangeira do que a brasileira?
R: Acho que cada um tem o direito de preferir o que quiser. Mas acredito que aqueles que valorizam mais a literatura estrangeira estão perdendo muito livro bom que está surgindo. Hoje em dia temos escritoras e escritores nacionais incríveis, tão bons quanto (e por vezes até melhores) do que os escritores estrangeiros.

7) Deixe um recadinho para os nossos leitores aqui do blog.

R: Primeiramente, quero dar um abraço apertado em todos os que compartilham da minha paixão por livros!!! Bookaholics unidos jamais serão vencidos \o/\o/\o/
E em segundo lugar peço que dêem uma chance para a literatura nacional e, mais especificamente, para o meu livro "Surfistas, Beijos e um Pé de Pato"! Escrevi com muito carinho, muita alegria, e meu sonho é que ele possa ser lido pelo máximo de pessoas possível, que possa emocionar leitores e leitoras assim como eu me emocionei em minhas leituras.




E aí, gostaram? Logo, logo terá resenha do livro da Carol aqui no blog pra vocês.

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!